Picos(PI), Terça-Feira, 23 de Maio de 2017
Geral
OBRAS
Obras de drenagem na Rodoviária de Picos foram iniciadas
O terminal ainda não passou por grandes transformações em sua estrutura
Daniela Meneses - 20/04/2017

Foto: Daniela Meneses
Trabalhos devem durar quatro meses

As obras de drenagem da área externa – de embarque e desembarque de passageiros – da Rodoviária Zuza Baldoíno tiveram início nesta quarta-feira (19) e devem durar em torno de quatro meses.

O terminal de Picos tem passado por reformas estruturais desde que a empresa baiana, Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart), assumiu sua administração do local. A empresa tem 20 anos de concessão pelo Governo do Estado para administrar os terminais de Picos, Floriano e Teresina.

Para o coordenador do local, Francisco de Assis Portela - Sizinho Portela, a partir desta obra, as modificações significativas no prédio terão início, como a de saneamento básico, por exemplo.

“Hoje é o ponta pé inicial para essa reforma tão esperada para resolver o problema caótico que sempre teve na Rodoviária de Picos, que a parte mais trágica é a parte das plataformas, que no período chuvoso acumula muita lama, no período de seca, muita poeira”, conta.

Após a drenagem, as águas que se acumulariam no local, terão outros destinos. O coordenador do local fala que as águas de origem pluviais – vindas das chuvas – serão destinadas ao Rio Guaribas e a porção hídrica vinda dos banheiros e lanchonetes serão encaminhadas ao saneamento da Agespisa.

Até o momento a rodoviária não sofreu grandes mudanças em sua estrutura. Os banheiros que eram insalubres, foram reformados e seus aparelhos velhos, foram trocados por novos. A parte externa está recebendo uma pintura, fora isso, ainda não se pôde constatar alterações significativas.

Os banheiros ainda não estão disponíveis para uso, foram instalados chuveiros elétricos e falta ainda colocar os espelhos no espaço.  

Sizinho Portela acredita, que em torno de oito meses, a reforma geral do terminal deve ser finalizada.

Após o término dessa ação de drenagem, o coordenador comenta que devem ter início os trabalhos na área externa do Zuza Baldoíno, como a instalação das câmeras de segurança, reestruturação do estacionamento, que terá cobrança de taxa após a reparação e ainda a recomposição do acesso à rodoviária.

(Banheiros ainda estão interditados)

 

Imprimir Comentar
Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.
© 2008 - 2017 Portal O Povo - Todos os direitos reservados.
Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a
opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.